AdSense

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Brasil, uma caricatura de país



Viver num país em que é possível andar nas ruas com segurança a qualquer hora do dia ou da noite.
Viver num país em que a saúde pública funciona, tendo atendimento de qualidade, sem filas para atendimento, sem ter que esperar anos para um tratamento, sem tem que pagar imposto por medicamentos.
Viver num país em que a educação é de qualidade, em que os professores são respeitados e bem remunerados, um país em que as escolas públicas tem estrutura e os professores trabalham por prazer. Um país em que não existe motivo para pagar escola particular para os filhos, pois a pública não deixa nada a desejar.
Viver num país em que criminosos pagam pelos crimes, um país em que o crime não compensa. Um país em que a polícia age realmente e que o poder judiciário é efetivo, combatendo impunidade e aplicando a legislação seja contra quem for.
Viver num país em que o respeito vem antes da crítica, em que o diferente é aceito, em que comportamentos não são impostos.
Viver num país em que o dinheiro dos impostos retorna para quem pagou e não fica 90% nas mãos dos corruptos.
Viver num país em que cada cidade ou região tem o direito de escolher suas próprias leis, bem como a aplicação dos recursos em prol da comunidade local.
Pois bem, este país é possível, e por incrível que pareça, aqui mesmo no Brasil, mas este país não é o Brasil.
O Brasil como está é um país continental, porém, dentro de seu imenso território coexistem inúmeros povos diferentes, com culturas, climas e tradições, um país impossível de ser governado por um único governo centralizado.
O Brasil como está é terreno fértil para a corrupção, pois se trata de um país imenso cujo controle dos impostos de 200 milhões de habitantes é feito num único lugar e a divisão atende mais aos interesses dos governantes do que às necessidades e reivindicações da população.
O sistema de governo brasileiro, além de não atender aos anseios da população, foi arquitetado de forma errada, pois quem tem o dinheiro (união) não sofre com as necessidades da população, e quem está em contato direto com a população e com as dificuldades do dia a dia (municípios) não tem o dinheiro.
Alguns diriam neste ponto, basta mudar a forma de distribuição e administração do dinheiro.
Ouso discordar, pois não basta apenas isso, já que este não é o único problema do país.
Como já dito, o Brasil é composto de povos muito diferentes entre si, diferenças estas que se fazem evidentes em todos os momentos, com união apenas em parte pela língua, pois até mesmo no português falado numa ou noutra região é idêntico, situação vivenciada por em que este que escreve, já que teve dificuldades para entender o português falado no nordeste brasileiro.
Diante de todo o exposto, creio que a única forma de viver num país que de orgulho para seus habitantes (orgulho maior que o futebol e o carnaval dão para alguns), seria a divisão do Brasil de acordo com a vontade de seus diferentes povos.


Já existem em franco crescimento vários movimentos separatistas com destaque para o movimento sulista, que visa formar uma nova pátria nos atuais territórios do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
Além deste movimento, que ao meu ver é o maior, existem movimentos para separar São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Espírito Santo, Acre, Bahia, Mato Grosso do Sul e alguns outros que posso não ter conhecimento.
Tantos movimentos só podem traduzir uma coisa, a crescente insatisfação dos diferentes povos do Brasil com o país que não lhes dá nada, pois só retira tudo o que pode por meio de impostos, taxas, tarifas, e não dá nenhum retorno para os cidadãos.
Neste ponto é possível se ressaltar que a insatisfação não é apenas tributária, mas sim generalizada, pois eu não moro e não me identifico em nada com o “País do Carnaval”, sou sulista e não gosto de Axé, Pagode, Carnaval, não torço para os times de futebol de São Paulo ou do Rio de Janeiro, não gosto de calor, não me vejo representado pela Seleção de Futebol do Brasil, não gosto do “jeitinho Brasileiro”, se faço algo é bem feito.
Imagino que assim como eu diversas outras pessoas não se veem representadas por esta caricatura de país chamada de Brasil, não consigo imaginar um nordestino bem integrado à cultura do Sul, assim como não vejo um sulista integrado plenamente à cultura do Norte ou nordeste. Não vejo um sulista sequer integrado à cultura do Rio de Janeiro.
Mas as diferenças não param por ai, pois o próprio sistema legal não é capaz de atender da mesma forma a todas as regiões do Brasil, pois um comportamento criminoso não atende com igualdade a um carioca ou paulistano e uma pessoa do interior de Minas Gerais, da Bahia, do interior da Amazônia ou do Sul.
Não dá para comparar um adolescente de 16 anos que cresce na favela entremeio a guerra de traficantes com um adolescente de 16 anos que cresce numa cidade pacata com 4 ou 5 mil habitantes, é óbvio que não podem ser tratados da mesma forma, mas o sistema legal brasileiro é o mesmo para todas as situações descritas acima e a população é tratada da mesma forma no Brasil.
Feitas todas estas colocações, reitero meu posicionamento de que a única saída do Brasil é a permissão para que todos os seus povos formem nações autônomas de acordo com a vontade de cada população.
Só assim este gigante aglomerado de povos permitirá que as pessoas que nele vivem por imposição possam se realizar plenamente como cidadãos.



W. Navarro

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

LOCALIZAÇÃO DOS VISITANTES

Marcadores

A outra metade Abandono de criança Aborto Abuso do SERASA acidente acidente aéreo. Acidente nuclear em Fukushima adoção Adsense AdWords Air France Airbus Alienígena Alimentos animaizinho animal apartamento Apple Ataque em escola do Rio de Janeiro Ataque em escola do Rio de Janeiro. Atentado ao metrô mata pelo menos 11 pessoas em Belarus Atirador na Holanda atraso de financiamento atrasos na entrega automóveis Avião Azul Linhas Aéreas Beetle biarticulado Bissexualidade Bluetooth Brasil busca e apreensão Cacau Show cachorro Cadastro Positivo carro Carro importado Carro usado carros chineses Cartão de Crédito casa Casablanca Casal queimado no Paraná Casamento do Príncipe Willian e Kate Middleton CATHO Charles Chaplin Chery Chery QQ Chery S18 Cidades sedes. Citroen cobrança exagerada Cobrança Vexatória comércio como fazer farinha de Linhaça comparação Comparativo entre automóveis comportamento compra comunismo conseguir renda pela internet consignatória Consumidor copa do mundo Copa do Mundo de 2014 Corrupção crédito Crime cuidados Curiosidades Curitiba demissão de funcionário Desabamento prédio Rio Desarmamento desequilíbrio financeiro deslizamento DIcas exame da OAB dificuldades Dilma dinheiro Direito Direitos direitos do Devedor direitos do trabalhador doação drogas economia Elizabeth Taylor Morta Embargo emprego Enem Engels Erro Médico Escola Tasso da Silveira esporte Europa Exame de ordem da OAB Execução FIscal F003 Família Farinha de Linhaça FIAT Filme Pornográfico Financiamento Financiamento de carro Financiamento de imóveis França Funcionária demitida por Câncer Funk futebol Ganhar Dinheiro com Blog ganhar dinheiro. gasolina gatinho Gato Gay Google Google AdSense GPS Guarulhos hackers homossexual HONDA Honda City Horas iguais Humor Hyundai igreja imóveis Incêndio inclusão indevida Inglaterra internet Investimentos iPad Irmã Dulci Itália J3 J3 Turin JAC J5 JAC Motors Japão Kate Middleton Kia Leasing legalização do aborto LGBT ligeirão azul ligeirinho literatura Londres Loterias Low Cost Lula Maçã Mãe evita ataque Maior ônibus do mundo Maioridade penal Manifesto do Partido Comunista Marrocos Marx Meio Ambiente Mercadoria não entregue Mille moratória MP12 MP13 MP14 MP15 mulher Mulher Bambú Navio Navio Itália Negócios Nissan Niterói Notícias o que fazer com carro atrasado OAB ônibus Osama Bin Laden Otimizar site Ovni Oxi país sem futuro. Papa João Paulo II Paraná Paris París Páscoa Paula Fernandes Pessoas mais influentes Petrobrás Peugeot Política Pontuação do SERASA Portugal Príncipe William PROCON proteção ao consumidor. Prouni Prova prova trabalhista PT publicidade Realengo recursos humanos religião Renault Renovação da águia restrições revisional Rio de Janeiro Romance Roubo de cabos de energia. Royal Air Maroc Santos São Paulo saúde SCORE DO SERASA Segurança Segurança na internet Seguro de veículo SERASA Sereias da Vila sexo sindicato site da CATHO. Site do BNE sociedade Sorte SPC Sul é meu país telefonia Terremoto terreno terrorismo Toyota trabalhador trabalho Tráfico de drogas em São Paulo Tranporte de primeiro mundo Transexualidade Trânsito transporte coletivo Trigêmeas Tsunami U2 no Brasil Uno Vasectomia Vaticano veículo vencer obstáculos Violência Violência nas escolas Virada Cultural Vôlei Futuro Volkswagen Volkswagen Gol voo Voo 447 Voyage Vueling

Vergg

TRADUZIR ESTE BLOG